1 ano sem quimioterapia

Quando tudo começou, há um ano e meio atrás, eu desejava que passasse bem rápido. Tão rápido, que depois eu nem lembraria o que aconteceu. O famoso “vida que segue”.
E não é que passou rápido mesmo? Tudo passa. O enjôo passa. O cansaço passa. A careca passa. A dor passa. O medo passa. Mas a parte do “nem lembraria”, não. Ainda bem.
Hoje não faço mais questão de esquecer o que passou. Prefiro saudar o final e agradecer seus frutos. Entendo e agradeço estar under construction, e me agrada a idéia de seguir neste estado até o fim da vida.
A vida segue sim. Segue melhor.
Parabéns para mim. E para o câncer, mando um cartão de agradecimento pela presença na minha festa. Mesmo que ele tenha entrado de furo, tomado todas e feito fiasco na pista de dança.


Eu e minha mãe!

 

 


Juliana Rizzieri
Pediatra e voluntária da ONG Projeto Camaleão
Porto Alegre, RS


Notice: Undefined variable: nome in /home/infomama/public_html/wp-content/themes/infomama2016/single.php on line 32